in

‘Eu o vi enforcando ele em cima da cama’: caso Daniel tem reviravolta e testemunha diz tudo

Reprodução: G1

Um dos casos que mais chocaram o país nos últimos tempos foi o assassinato do jogador Daniel Correia. Ele teria sido morto por Edison Brittes, após esse supostamente o ter pego em flagrante na cama da sua esposa. No entanto, nesta segunda-feira, 5 de agosto, o caso ganhou um novo capítulo, como mostra uma matéria publicada pelo site G1, da TV Globo. 

Publicidade

Lucas Stumpf deu uma entrevista exclusiva para a emissora. Ele seria testemunha ocular de tudo o que aconteceu. De acordo com o entrevistado, ele teria visto o momento em que Edison enforcou o jovem jogador. O momento ocorreu quando Daniel estava na cama da esposa do réu confesso. 

“No momento em que eu olhei pela janela, eu vi ele [ Daniel] na cama sendo enforcado. Eu vi o Edison enforcando ele em cima da cama, batendo em cima da cama. Ele [ Daniel] estava de cueca e camiseta”, disse a testemunha em entrevista. 

Publicidade

Daniel foi à casa de Edison para o aniversário da filha do preso, Allana. Houve um churrasco para comemorar os 18 anos da jovem e o atleta dormiu na casa. Horas depois, houve essa briga narrada por Lucas, onde se viu Daniel pedindo socorro. 

Publicidade

Lucas disse ainda que a esposa de Edison gritava por socorro, mas que não ficava claro se era para ela ou para o jogador, seminu em sua cama. 

Publicidade

“No momento em que eles estavam agredindo ele [Daniel], eu cheguei e falei: para, para. Ele [Edison Brittes] só olhou pra mim e falou: sai fora. Se você não vier me ajudar, sai fora se não você é o próximo”, disse a vítima, que veria horas depois o jogador ser morto e mutilado. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.