in

Calleri na mira do São Paulo: saiba se a negociação é real ou fake

David S. Bustamante/Getty Images

Após anunciar a contratação do lateral direito Daniel Alves, a diretoria do São Paulo afirma que segue vasculhando o mercado em busca de um atacante. Nesta sexta-feira (2), chegou a cogitar-se de que a diretoria do Tricolor Paulista está tentando efetuar a contratação de Jonathan Calleri, que teve uma boa passagem pelo clube em 2016.

Publicidade

Atualmente, Calleri defende Alavés da Espanha. O atacante pretenderia retornar ao futebol sul-americano e, para isso, ele estaria disposto a bancar o valor de sua multa rescisória, avaliada em US$ 12 milhões.

O jogador que foi revelado pelo Boca Juniors, da Argentina, em 2015, quando um seleto grupo de empresários comprou os direitos federativos do jogador junto ao time argentino. Apesar do interesse do São Paulo, pessoas próximas ao jogador dão a entender que a suposta negociação entre o clube paulista com o argentino é falsa.

Publicidade

Entre as evidências de que essa informação seja uma suposta fake news está o fato de o jogador bancar, do próprio bolso, uma multa rescisória avaliada em mais de 10 milhões de dólares para ficar livre no mercado. Além disso, muitos afirmam que o São Paulo não tem recursos o suficiente para trazer mais um grande reforço.

Publicidade

Levando em consideração que o Tricolor Paulista gastou muito para trazer o lateral direito Daniel Alves. O próprio jogador argentino afirma que, apesar do futuro indefinido, gostaria de continuar no Alavés, clube que defende desde 2017. Em 2018, ele marcou 36 gols com a camisa do clube espanhol.

Publicidade

Em 2016, o atacante argentino caiu nas graças da torcida são-paulina ao marcar 16 gols em 31 partidas disputadas. Na época, Calleri foi contratado pelo empréstimo de um ano. Após se destacar com a camisa do São Paulo, o jogador se transferiu para a Europa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Elniclio Schanhaex

Redator Freelancer, há 4 anos escrevendo artigos para site de notícias como Artigo Mundo, TextBroker e RocketContent