in

Raí se posiciona e detona presidente do Corinthians

Jornal de Uberaba

O clima de rivalidade entre Corinthians e São Paulo ultrapassou as 4 linhas. Não é de hoje que as provocações fazem parte do futebol, mas quando se fala de rivais estaduais, o peso parece ser bem maior.

Publicidade

A polêmica

Chamado para participar de um programa esportivo, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, acabou dando uma declaração polêmica. Ao ser perguntado sobre diversos assuntos, o presidente do Timão relatou que o atual dirigente tricolor, Raí, ofereceu-se para ser coordenador de seleções da CBF, mas não teve sucesso. Juninho Paulista assumiu o cargo.

Andrés Sanchez disse, inclusive, que isso nos assuntos internos do futebol, não era segredo para ninguém, afirmando que outras pessoas sabiam do fato. Tal situação teria ficado ruim para Raí, que acabou perdendo um pouco de prestígio no tricolor paulista. A situação só se amenizou porque o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, não quis que o caso se tornasse uma crise e preferiu manter Raí no cargo, segundo relatou Andrés Sanchez.

Publicidade

Porém, Raí não demorou para responder a forte declaração de Andrés Sanchez e convocou uma coletiva de imprensa para fazer um pronunciamento. Com a mídia esportiva toda a espera do ídolo tricolor, Raí respondeu Andrés Sanchez de forma breve e direta: “É lamentável ter que vir aqui falar sobre uma declaração do Andrés, mas venho em respeito à torcida do São Paulo. Todo mundo sabe que não sou de largar desafios no meio, eu não troco o São Paulo por nada. Se ele está falando do São Paulo ou de mim é por que está preocupado com a gente. E pra terminar, todo mundo sabe que ele (Andrés) tem coisas muito mais graves para cuidar”.

Publicidade

Outras declarações

Andrés Sanchez sempre foi conhecido por dar declarações polêmicas, por esse motivo é sempre uma fonte de notícias para os jornalistas. No mesmo programa, Andrés disse que Gabriel Barbosa, o Gabigol, estava apalavrado com o Timão, mas o Flamengo chegou oferecendo mais dinheiro e acabou levando o jogador. O presidente do Corinthians também falou da tentativa de contratar Neymar na época que o atacante ainda estava no Santos e sobre a relação que possui com alguns jogadores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Fernando Goulart

Sou estudante de Direito e um apaixonado por escrever.