in

Mulher se apaixona por seu sequestrador após 47 dias em cativeiro ‘te amo mais a cada dia’

Divulgação Infobae

Uma mulher que foi sequestrada e ficou 47 dias em um cativeiro desenvolveu a síndrome de Estocolmo, revelando que ela tinha se apaixonado por seu sequestrador. O sequestrador identificado como Ricardo Tarazona Martinez, de 39 anos, foi capturado no último domingo, 14 de julho, no bairro Kennedy, em Santander, na Colômbia.
Segundo a investigação, os sequestradores pertencem aos guerrilheiros do ELN e pediram U$ 9 bilhões (mais de R$ 35 bilhões) como resgate. A vítima foi sequestrada no final do mês de maio, na zona rural da cidade de Sabana de Torres. 

Publicidade

A vítima foi identificada como Mayerly Santos, de 30 anos, e após ser resgatada foi levada para uma unidade médica na localidade. Porém, em uma entrevista para a imprensa local, a mulher elogiou muito um dos seus sequestradores.  

Agradeço àquela pessoa que sempre esteve comigo, cuidou de mim e foi quem me colocou em cativeiro em que eu estava“, disse a vítima. A mulher também disse que em momento algum, seus sequestradores foram violentos com ela. 

Publicidade

De acordo com o General Manuel Vásquez, Comandante da Polícia Metropolitana de Bucaramang, afirmou que a mulher se apaixonou por um dos seus sequestradores. Manuel Vásquez relatou que no cativeiro onde a vítima estava policiais encontraram várias cartas de amor que a vítima tinha escrito para seu sequestrador. 

Publicidade

Eu sou capaz de perdoar o fato de que você me seqüestrou, apesar de eu estar aqui nesta selva contra a minha vontade“, escreveu a mulher.

Publicidade

Em alguns trechos das cartas a mulher revela que nunca passou pela sua cabeça que, em momentos de lágrimas surgisse um amor tão grande e especial que estava sentindo.
Em outra carta, a mulher revela que ela estava muito feliz em conhecer o homem que cuidou dela durante os 47 dias, identificado como ‘Richard’ 

Embora a forma como nos encontramos não fosse a mais apropriada , agradeço a Deus por tudo isso. Eu te amo mais a cada dia“, escreveu a mulher.

O sequestrador ‘Don Juan’ é um velho conhecido da polícia, e têm várias passagens pela polícia pelo mesmo crime e faz parte e de uma gangue criminosa. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Francisco Nunes

Barbeiro profissional.