in

Dirigente do Grêmio perde a paciência e detona jogador

Mkt Esportivo

O Grêmio está em busca de reencontrar o futebol que o fez ser considerado o melhor do Brasil nesta era Renato Gaúcho. O clube está em reconstrução e ainda busca alternativas para a saída de Ramiro e Arthur, que davam a cadência no meio campo. No último sábado, 13, o time gaúcho lutou bastante para vencer o Vasco em casa e chegou a ser vaiado no fim do 1º tempo após a derrota parcial por 1 a 0.

Publicidade

Clima pesado

Diante desse clima que não é dos melhores dentro das quatro linhas, o clube enfrenta também um clima tenso fora dos gramados. Tudo isso porque a contratação mais badalada esse ano, Diego Tardelli, ainda não correspondeu às expectativas. O atacante ainda não conseguiu mostrar o bom futebol apresentado em outras equipes do futebol brasileiro e a torcida já está perdendo a paciência com o atleta, tanto que o jogador ainda não é titular absoluto da posição, sendo muitas vezes preterido por André.

Algo que favorece a ira da torcida é do jogador ter ficado muitas vezes lesionado no departamento médico e com isso não ficando à disposição do técnico Renato Gaúcho. Diego Tardelli foi contratado no começo do ano e até agora fez apenas 17 jogos pelo Grêmio e marcou 2 gols.

Publicidade

A ira da torcida parece coincidir com alguns dirigentes do clube tricolor. No dia do jogo contra o Vasco, o dirigente Deco Nascimento e o presidente do clube, Romildo Bolzan, deram declarações que deixaram claro que há uma insatisfação com o atleta e que a situação não é das melhores.

Publicidade

Críticas internas

Porém, foi através do diretor Nestor Fernando Hein que a crítica veio de forma mais pesada e direta. O diretor publicou no seu Twitter que a porta da rua se prestava a ser serventia da casa, declaração em que muitos afirmam ter sido ao atacante Diego Tardelli. No mesmo dia, Tardelli também uso as redes sociais,  através do Instagram, e se reservou a dizer que sua decepção era ainda não ter correspondido às expectativas. O técnico Renato Gaúcho também comentou sobre a situação do atacante, ressaltou que com ele não há nenhum problema e se caso houver, o caso terá que ser resolvido pelo Presidente do clube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Fernando Goulart

Sou estudante de Direito e um apaixonado por escrever.