in

Kit Armagedom? Membros das Testemunhas de Jeová estariam vendendo material para sobreviver ao fim do mundo

Paulopes

A religião Testemunha de Jeová, com origem a partir do movimento estudantil da bíblia, em 1870, é muito conhecida hoje em dia, principalmente, pelo seu conceito sobre o sangue.

Publicidade

Segundo a religião, em sua crença polêmica, os cristãos não deveriam aceitar transfusões de sangue, ou doar sangue à outra pessoa. Muitos, em alguns casos, chegam a morrer mas não aceitam a doação.

Ultimamente, outra polêmica dessa religião tem vindo à tona: a preparação para o fim do mundo. Segundo reportagem da TV Espanhola La Sexta, fiéis seguidores da religião estariam vendendo, o que denominam de Kit Armagedom, para a proteção da catástrofe que destruiria o mundo.

Publicidade

Uma mulher que tinha acabado de abandonar a religião, ao ser entrevistada pela TV La Sexta, da Espanha, relatou: “Eu vivia com muito medo porque você está constantemente falando sobre o fim do mundo, que vem Armagedon, o Apocalipse … e temos de estar preparados porque temos de sobreviver”.

Publicidade

O referido kit contém comidas enlatadas, abridor de latas, água, medicamentos, gazes, roupas íntimas, repelentes, capacete, faca, jaqueta, dentre outros itens. O preço é de €50, equivalente a aproximadamente R$215.

Publicidade

Além disso, a mulher afirma que somente poderá comprar o Kit Armagedom quem for adepto da religião. Caso contrário, a compra do kit será ineficaz, não servindo para a proteção contra a destruição.

Por não saberem detalhes, nem data, já estão se preparando para o evento que, segundo eles, irá acontecer em breve e destruirá tudo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por RAFAEL F

Rafael Ferreira é um escritor apaixonado pelo que faz. O que começou como um hobbie, hoje virou profissão, com seu ingresso na faculdade de Jornalismo. Busca sempre manter seus leitores por dentro dos assuntos da atualidade, seja no Brasil ou no mundo. É responsável por levar entretenimento e cultura com a qualidade que é devida de um redator da i7 Network. Sinta-se a vontade para entrar em contato pelo Instagram @rafaelferreiraa7.