in

Renato Gaúcho choca ao criticar Marta: ‘meninas não podem se comparar aos homens’

Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Minas Panagiotakis/AFP/Montagem Guti Muszynski

Renato Gaúcho é conhecido por respostas ácidas em entrevistas coletivas e até mesmo por fugir de responder alguns questionamentos por jornalistas.

Publicidade

Em entrevista divulgada pelo jornal A Folha de S.Paulo, Renato fez declarações polêmicas. Após o sucesso da primeira Copa do Mundo de futebol feminino, a jogadora Marta, considerada a melhor do mundo por anos consecutivos, declarou a importância de se renovar as jogadoras da seleção e apostar em novas meninas.

Ela também falou sobre a igualdade de direitos no futebol, já que mulheres praticando esportes ainda são vistas com preconceito. Marta salientou que mulheres jogadoras não recebem o mesmo salário que os jogadores de futebol.

Publicidade

Renato foi questionado sobre o que pensava a respeito da igualdade no futebol e acabou chocando muita gente. O técnico é contrário a visão evolucionista de direitos da jogadora Marta e declarou que as meninas do futebol não podem de maneira alguma se comparar aos homens, isso nem mesmo daqui séculos.

Publicidade

Ele ainda disse que apesar de adorar a jogadora Marta, não faz sentido ela dizer que só vai usar determinada chuteira se o patrocinador lhe pagar o mesmo que paga para um jogador homem.

Publicidade

Essa diferença no tratamento de homens e mulheres no esporte já é evidenciado há alguns anos na imprensa. Em junho de 2019, a revista Época Negócios comparou o salário do jogador Neymar com o de Ada Hegerberg, eleita a melhor jogadora do mundo em 2018.

Segundo a publicação, Neymar, que não foi eleito o melhor do mundo em 2018 e tem sido criticado nesta temporada pelo baixo rendimento em campo e polêmicas em que se envolveu nos últimos meses, ganha 227 vezes mais do que Ada. O salário anual de Ada é atualmente de € 400 mil (aproximadamente R$ 1,73 milhão).

Se o salário for comparado com o do argentino Lionel Messi, a diferença sobe para 325 vezes o salário de Ada. Marta, eleita a melhor do mundo seis vezes, marca não atingida ainda por Neymar ou Messi, recebe por ano € 340 mil, soma de salários e patrocínios. Neymar recebe € 91 milhões (cerca de R$ 396 milhões) por ano, e Messi € 130 milhões (R$ 563 milhões).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades