in

Luto na Record: motivo da morte de Paulo Henrique Amorim deixa público perplexo; ‘Foi isso’

Na manhã desta quarta-feira, 10 de julho, uma notícia bombástica tomou conta do noticiário. Morreu no estado do Rio de Janeiro o jornalista Paulo Henrique Amorim. Atualmente, ele trabalhava na Record, comandando o jornalístico Domingo Espetacular. No entanto, nas últimas semanas, Paulo acabou sendo afastado da função. Entre os possíveis motivos apontados pela imprensa estavam as críticas contantes que o jornalista fazia ao governo do presidente Jair Bolsonaro. 

Publicidade

Paulo tinha 76 anos de idade e uma grande história no jornalismo. Ele passou por inúmeras redações. Na TV Globo, por exemplo, chegou a ser correspondente internacional da Rede Globo de Televisão. A relação com o canal, no entanto, não durou para sempre. Após deixar a Globo, Paulo teve uma grande história com a Record. 

De acordo com as primeiras informações, a morte de Paulo Henrique Amorim teria ocorrido por um infarto. A mulher do jornalista confirmou os dados em entrevista ao R7. De acordo com ela, os últimos momentos do jornalista foram felizes e ele teria passado a última noite em vida nu,m jantar com amigos. 

Publicidade

O motivo da morte do comunicador gerou perplexidade. “Foi isso, não acredito“, disse um dos internautas nas redes sociais. Amorim estreou no jornal A Noite, em 1961. Logo após, foi trabalhar em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, depois, da revista Veja. Paulo Henrique também trabalhou na Globo. 

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

O jornalista foi contratado pela Record TV em 2003, onde apresentou o Jornal da Record segunda edição. No ano seguinte, o jornalista ajudou a criar a revista eletrônica Tudo a Ver.

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.