in

Inteligente e perturbado: delegado dá detalhes cruéis de como sobrinho arrancou coração da tia

Foto/Reprodução: MCEARÁ

O delegado André Eduardo Ribeiro, é quem cuida da investigação do crime do sobrinho que matou a tia e, na sequência, arrancou o seu coração. A atitude que está deixando muita gente de cabelo em pé aconteceu no estado do Mato Grosso.

Publicidade

O delegado já deu algumas entrevistas sobre o caso. Ao M Ceará, por exemplo, ele dá detalhes de como foi o assassinato cometido por Lumar Costa da Silva, de 28 anos, 

De acordo com o delegado, Lumar é um homem muito inteligente, sem escrúpulos e não teria noção dos limites da maldade. A Ele também deu detalhes sobre a perícia. 

Publicidade

“É repugnante, é um monstro esse cara. Vocês gravaram com ele e viram que ele não fala nada com nada, é perturbado. É um homem incerto, é um monstro, não pode dizer que nem que é um animal, porque animal não faz isso com outro. A gente percebe que ele é meio variado”, disse o delegado. 

Publicidade

A perícia constatou, entre outras coisas, que a tia de Lumar, quando teve o seu coração arrancado, ainda estava viva. Foi encontrado, por exemplo, muita espuma na sua cavidade nasal, que os peritos entendem como uma tentativa do corpo a sobreviver diante de tamanho ataque. 

Publicidade

A crueldade continua e o suspeito teria utilizado duas facas para arrancar o coração da tia. A primeira era para fazer a abertura do tórax da vítima, enquanto a segunda serviu para o assassinato. Lumar veio morar há pouco tempo com a tia. Ele vivia em São Paulo. Quando ela descobriu sua ligação com o mundo das drogas, solicitou que ele saísse de casa. A família ainda pagou uma kitinete para o rapaz, que voltou ao ex-imóvel em que foi acolhido e cometeu o assassinato. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.