in

Homem que matou tia e arrancou coração dela contou o que queria fazer com prima de 7 anos

JK Notícias

Lumar Costa da Silva, de 28 anos, é acusado de matar a própria tia, Maria Zélia Cosmos, de 55 anos. O crime bárbaro aconteceu na cidade de Sorriso, interior do Mato Grosso, e chamou a atenção de todo o Brasil.

Publicidade

Maria Zélia foi assassinada na terça-feira (2) e a mulher teve o coração arrancado pelo sobrinho. Ela havia acolhido o rapaz em sua casa há cerca de uma semana e o expulsou quando descobriu que ele estava envolvido com drogas.

Antes de viajar para Sorriso para morar com a tia, Lumar morava com a mãe, em São Paulo. Os detalhes do crime são chocantes e o delegado que cuida do caso classificou o acusado como monstro e o assassinato como repugnante.

Publicidade

De acordo com as informações divulgadas até o momento, Lumar teria brigado com uma vizinha da tia e pegou um facão para ameaçá-la. No episódio, ele teria dito que mataria todo mundo que estivesse na rua.

Publicidade

O delegado relatou que depois disso, ele também quis beijar a filha de uma prima. A menina tem apenas sete anos e é neta da vítima do crime cruel. Lumar afirmou que estaria “apaixonado” pela criança, que é sua prima de segundo grau.

Publicidade

Sem conseguir dar o beijo na menina, ele pegou o carro da mãe dela e saiu pelas ruas com o objetivo de apagar as luzes da cidade. A polícia o prendeu quando ele jogou o carro contra o transformador de energia da cidade. Ele estava fora de si.

Lumar está preso e deve responder por homicídio com agravantes, como motivo torpe e sem chance de defesa da vítima. A projeção é que, caso seja condenado, sua pena chegue a 30 anos de detenção

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!