in

Léo Áquilla lança ‘gospel gay’ e polemiza ao ser ‘travesti de Cristo’

Foto/Reprodução: RedeTV!

Recentemente, a revista Veja publicou uma nota citando um suposto mal-estar entre o transformista Léo Áquilla e a cantora gospel Aline Barros. Na época, a publicação dizia que Aline virou a cara para Léo durante um evento beneficente. O mal-estar teria ficado maior, quando Barros começou a cantar uma música evangélica. 

Publicidade

Após a polêmica, no entanto, Léo Áquilla foi para as redes sociais e estaria mandando várias indiretas. Sem citar Aline, ele afirmou polemizando: “Cada um que responda por aquilo que sai da sua boca”. 

Após polêmica com Aline Barros, Léo Áquilla afirma ser travesti de Cristo

Mais tarde, ele divulgou uma música gospel, em que aparece cantando ao lado de Maikin Balbino, cantor gospel que afirma ser homossexual, mas sem deixar de acreditar em Jesus Cristo. Nas redes sociais, fãs pediram que os dois lançassem um novo gênero, o “gospel gay”. 

Publicidade

Na legenda da imagem, Léo Áquilla escreveu: “Vamos louvar ao Senhor, amém?”. Em seguida, colocou as seguintes hashtags: “#gospelgay” e “#travestidecristo”.
A revelação apareceu em um momento movimentado para Léo, que no final de semana já havia aparecido no Programa Silvio Santos, do SBT. 

Publicidade

Maikon ficou conhecido depois que revelou ser transexual e que sofria preconceito dentro da igreja evangélica. Ele contou, por exemplo, que não conseguia esconder o que realmente era. O cantor que é um fenômeno nas redes sociais ainda lembrou que, segundo a Bíblia, Deus ama todos os seus filhos de maneira igual e que as pessoas, mais do que julgá-lo, deveriam  tentar acolhê-lo dentro da igreja. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.