in

Caso Rafael Miguel ganha reviravolta surpreendente e segunda pessoa estaria envolvida

Fotomontagem: Veja / Fernando B.

Recentemente, o país ficou em choque com o assassinato do ator Rafael Miguel. Ele ficou conhecido, entre outros papéis, por ter feito o personagem Paçoca, um menino pobre da novela Chiquititas, do SBT.

Publicidade

No entanto, por um “amor proibido”, o ator e seus pais, acabaram mortos. Segundo a polícia, o assassino do ator e sua família é Paulo Cupertino, pai de Isabela, ex-namorada do ator, de 18 anos. 

Nesta segunda-feira, 1 de junho, uma novidade surpreendente atingiu o caso e pode dar uma reviravolta nele. Isso porque uma segunda pessoa estaria envolvida com Paulo.  Cosme Stikovics Filho, delegado que investiga o caso, deu uma entrevista falando sobre essa novidade. 

Publicidade

Ele lembrou que Paulo já está há mais de 20 dias foragido e que a polícia tem se esforçado para encontrar seu paradeiro, mas que essa suposta segunda pessoa estaria prejudicando tudo. Ela daria dinheiro para o comerciante continuar sua fuga. 

Publicidade

Na entrevista, o delegado cita, por exemplo, que, nos últimos dias, os agentes da lei teriam ido a mais de 100 endereços, obtidos com denúncias anônimas e com a apuração da própria polícia. No entanto, Paulo até agora não foi encontrado. 

Publicidade

Na época do assassinato, Isabela falou sobre o comportamento do pai e indicava que ele não a deixava ser feliz. “Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio, não só comigo, mas com a minha mãe também. Que é misógino, agressor, ele odeia mulheres. Acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar. Ele nunca aprovou a minha felicidade, não’, revelou a menina na ocasião, causando grande comoção. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.