in

Uma das jovens que matou menina na praia tem espancamento e assassinato na cadeia refutado

Fotomontagem: Facebook Bolsonaro no Poder / TV Jornal / Fernando B.

O assassinato da jovem Raíssa, de apenas 14 anos, em uma praia na cidade de Recife, em Pernambuco, acabou viralizando nas redes sociais. As imagens mostram o momento em que duas meninas se juntam para agredir Raíssa. No conteúdo, elas agridem a menina, dão facadas e até a afogam no mar pernambucano.

Publicidade

Tudo, para piorar, foi filmado por uma delas e, em seguida, compartilhado nas redes sociais. Por conta da repercussão do caso, surgiram nas redes sociais que as duas jovens teriam sido levadas para a cadeia. Uma página que defende o presidente Jair Bolsonaro e suas ideias, inclusive, chegou a dizer que uma das adolescentes teria sido espancada e assassinada em um presídio, logo após chegar ao local. 

Apesar da notícia ganhar grande repercussão, ela não é verdade. Já começa pelo fato de que as assassinas de Raíssa não podem serem levadas para um presídio. No Brasil, existe o estatuto do menor e, em casos como esse, o menor infrator é levado para um centro socioeducativo. 

Publicidade

Não há também qualquer informação de que uma das meninas tenha sido morta, seja no centro socioeducativo, ou no caminho parra ele. Elas, inclusive, prestaram depoimento à polícia e revelaram a motivação para o crime. 

Publicidade

Veja abaixo o print que circula nas redes sociais e que mostra o compartilhamento da falsa notícia:

Publicidade

Em entrevista à afiliada da RecordTV na região, o namorado da vítima, que não teve o nome identificado, fez um pedido. Desesperado,  ele solicitou que quem recebesse o vídeo de sua amada sendo morta, por favor, que não compartilhasse com terceiros. 

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.