in

Perito levanta suspeitas contra polícia no caso Flordelis e o que diz pode gerar reviravolta

Foto/Reprodução: Gospel Prime

O perito criminal oficial do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Francioni gravou um vídeo em que levanta questões importantes sobre o trabalho da polícia na investigação do assassinato do pastor Anderson do Carmo. Ele teria sido assassinado com pelo menos 15 tiros e, segundo a polícia, uma das suspeitas é a esposa do pastor, a deputada federal Flordelis.

Publicidade

A principal questão levantada pelo perito é que a delegacia não teria acesso a um computador que é o usado para fazer o confronto balístico. Além disso, a arma já teria sido usada por tantos supostos peritos que seria praticamente impossível dizer quem teria dado o tiro no religioso. 

“Houve confronto balístico na divisão de homicídios? Se houve, com que comparador? Onde a divisão de homicídios arranjou um micro-comparador balístico que nem os órgãos oficiais de perícia tem?, disse ele mostrando suas suspeitas em torno do caso. 

Publicidade

Francioni conta também que a delegada teria dado informações, ainda que não tivesse esse tipo de autorização. Há uma lei no Rio de Janeiro que proíbe investigadores de darem detalhes de apurações ainda em andamento. No entanto, já no dia da morte, até o governador do estado, Witzel, chegou a dar declarações bombásticas. 

Publicidade

Veja abaixo o vídeo do perito apontando as incongruências do trabalho da polícia durante o caso Flordelis; as imagens estão gerando grande repercussão:

Publicidade

Algumas pessoas fizeram questão de defender a deputada nas redes sociais. “Acredito na inocência dela era um casal muito unido pra mim ela está descartada desse crime bárbaro e quem for o culpado que arque com as consequências não estou aqui pra julgar ninguém,mais acredito que ela não tem nada haver com isso.”, disse um dos internautas ao comentar o caso. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.