in

Amante trans, remédio na comida e arma no quarto: o depoimento bomba de Flordelis

Reprodução:Veja

Nesta terça-feira, 25 de junho, a deputada federal Flordelis confessou que colocava remédio na comida do marido.  A revelação foi feita em uma coletiva de imprensa.

Publicidade

Um dos filhos da cantora já havia dito que ela e as irmãs tinham esse hábito e que suspeitava que elas estivessem tentando matar o pastor Anderson do Carmo. O religioso foi assassinado com pelo menos 15 tiros. Flordelis não descarta a participação da deputada, mas ela foi depor na condição de testemunha. 

Questionada sobre o motivo de colocar o remédio na comida do marido, Flordelis garantiu que o pastor teria um problema de saúde e que, preocupada, ela é que o medicava. A informação foi dada ao vivo pela Globo News, logo após a coletiva acabar. Esse problema não foi revelado pela emissora, que não mencionou se a deputada o teria dito na entrevista com jornalistas. 

Publicidade

Nesta terça, também surgiram rumores de que a amante de Anderson do Carmo não seria uma mulher, mas sim uma mulher trans. Questionada se sabia se o marido tinha algum  relacionamento extraconjugal, a deputada disse que não acredita nisso e que tinha uma relação de confiança com o esposo.

Publicidade

Sobre a arma do crime ter sido achada em sua casa, a deputada federal contou que há sim um motivo para a família ter uma pistola em casa e que sabia da existência dessa arma. Perguntada sobre qual seria esse motivo, Flordelis garantiu que não poderia falar sobre isso nesse momento. 

Publicidade

A coletiva de imprensa de Flordelis ocorreu um dia depois do depoimento dela à polícia. Ambos duraram horas e são considerados bombásticos. A deputada disse ainda que não crê que os filhos estejam envolvidos no crime, mas que se estiverem, que ela quer que eles sejam punidos. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.