in

Pastor assassinado pelo filho é acusado de ser pedófilo e detalhes são assustadores

Foto/Reprodução: Veja

Nesta sexta-feira, 21 de junho, o Jornal Hoje, da TV Globo, repercutiu uma entrevista dada pela deputada federal Flordelis. Ela comenta as possíveis motivações para o assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. Oficialmente, uma das linhas de investigação da polícia é que o pastor teria uma amante e, ao descobrirem o fato, os filhos teriam se unido para honrar a mãe. 

Publicidade

No entanto, outras hipóteses foram aparecendo. Uma delas, que não é oficial da polícia, está em torno de uma acusação de que o pastor evangélico teria abusado dos filhos quando crianças. Ele e Flordelis têm ao todo 55 filhos, sendo que 51 deles são adotados. A deputada, que também é acusada de participação no crime por um dos filhos, comentou a situação. 

“Nós fizemos a foto da localização marcada de todos os projéteis encontrados pela perícia. E não passam de oito. E agora também estão dizendo que meu marido estuprava os filhos, que era pedófilo. Quanta mentira”, disse a deputada. 

Publicidade

O laudo oficial da polícia fala em 30 buracos de tiros, não sendo possível prever quantos artefatos realmente passaram pelo corpo do religioso. No entanto, segundo Flordelis, isso também seria mentira. Ela disse que só teriam sido 6 tiros e que não haveria balas na região genital do pastor.

Publicidade

O laudo oficial mostra que a maioria dos tiros atingiu as partes baixas do pastor, o que motivou algumas acusações em relação ao suposto abuso aos filhos. O herdeiro que acusa Flordelis não teve o nome identificado. No entanto, ele também revelou que a cantora e suas irmãs estariam colocando remédio na comida do pai. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.