in

Flordelis pode ter tentado envenenar marido, antes de tiros; ‘Sua hora vai chegar’

R7 / Reprodução / Fernando

Nesta quinta-feira, 20 de junho, o Jornal Nacional deu com exclusividade o depoimento à polícia civil de um dos filhos do pastor Anderson Carmo, morto a tiros no último domingo, 16. O jovem, que não teve o nome identificado, acusou a mãe, a deputada federal e cantora gospel, Flordelis, de ter tramado a morte do próprio pai.

Publicidade

Além dela, outras três irmãs também, segundo ele, estariam envolvidas no crime. Já há 4 pessoas presas, que pertencem à família de Flordelis, sendo que duas a polícia já confirmou suspeita de associação direta no crime. 

O jovem afirmou ainda que o irmão Lucas recebeu proposta de R$ 10 mil de uma das irmãs para matar Anderson. Outro irmão, Flávio, confirmou que recebeu o dinheiro de Lucas e que matou o pai com seis tiros. A polícia encontrou a pistola usada por Flavio na casa de Flordelis. Uma perícia inicial confirmou o uso do armamento no assassinato do pastor. 

Publicidade

Segundo a testemunha chave na investigação, a mãe e as irmãs podem ter tentado matar o pastor com um remédio. Ele diz que viu Flordelis colocar remédio na comida do religioso e que chegou a perguntar à ela para que serviria a substância. O filho teria ouvido que seria um remédio para um problema de saúde do pastor evangélico. 

Publicidade

Além disso, ele teria ouvido a mãe falar que a hora de Anderson logo chegaria. O filho também revelou que tudo o que aconteceu no velório e enterro do pai, como um desmaio de Flordelis, não teriam passado de puro teatro. 

Publicidade

Vale lembrar que, inicialmente, a deputada chegou a dizer que tinha certeza que os filhos não eram culpados. Ela estaria com o pastor quando ele foi assassinado friamente. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.