in

Flordelis vira suspeita de tramar morte do próprio marido e detalhes lembram filme de terror

Nesta quinta-feira, 20 de junho, Flordelis passou a ser um dos alvos investigados na morte do pastor Anderson Carmo. Ele foi assassinado com mais de 15 tiros. Um dos filhos da deputada, que não teve o nome identificado, contou à polícia que a mãe e pelo menos três irmãs estavam com comportamento estranho nos últimos dias. Ele revela que as viu colocando um remédio na comida do pastor e, após a sua morte, acredita que isso era para matar o pai. 

Publicidade

Segundo o jovem, uma das irmãs ofereceu R$ 10 mil ao irmão Lucas dos Santos para matar o pastor.
Já Flavio dos Santos confirmou que foi ele quem deu seis tiros no pai. O filho disse à polícia ainda que chegou a questionar Flordelis sobre o porquê do remédio na comida do pai. Ela teria garantido que tudo era devido a um problema de saúde do religioso. 

No Jornal Nacional, outros detalhes do depoimento do jovem foram revelados. Ele teria dito ainda que viu pelo menos uma vez dizer a “hora dele tava chegando”, ao se referir ao pastor, que dias depois seria assassinado. A polícia trabalha na hipótese de que o pastor tenha sido assassinado após a família descobrir que ele teria uma amante. 

Publicidade

Sobre toda a comoção durante o velório do pai, a mesma testemunha garante que tudo não passou de um grande teatro. Flordelis deve ser ouvida novamente nos próximos dias pela polícia. 

Publicidade

No depoimento, o filho disse que não houve barulho, confusão e nem moto em fuga no momento da morte. Ele afirmou que viu o irmão Flávio, que confessou ter dado seis tiros no pai, ao lado do corpo ensanguentado. No local, ele estaria recolhendo pertences, como um celular. O aparelho chegou a ser solicitado pela polícia, mas desapareceu. Na casa de Flordelis foi encontrada uma arma usada no assassinato do religioso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.