in

Estrela do SBT é morta friamente, e assassino choca ao dizer nos olhos do pai motivação

Veja / Fernando

Nesta quarta-feira, 19 de junho, o programa Balanço Geral Manhã revelou novos detalhes do assassinato de  Kalil Taha, revelado como ator e cantor pelo SBT na década de 1990. O assassino do cantor seria José Antônio, mais conhecido como Toninho, os dois eram melhores amigos e o crime foi efetuado no carro da vítima. Toninho teria dado 20 facadas na estrela da música. 

Publicidade

O assassinato aconteceu no dia 30 de maio e ganhou visibilidade após a entrevista com a mãe de Kalil, Cláudia, ao programa Balanço Geral, na Record TV, nesta terça-feira, 18 de junho. “É muito triste ter que enterrar um filho”, disse ela chorando muito. 

O pai do músico deu uma entrevista ao programa. A revelação foi ao ar já na manhã dessa quarta.  Ele contou que Toninho e Kalil eram grandes amigos há pelo menos quinze anos. Ele revela que, ao saber da morte do filho e da prisão de Toninho, chegou a ir à delegacia na tentativa de entender o que teria acontecido. 

Publicidade

Ao programa da Record TV, o pai disse que ficou surpreso com a frieza do amigo de seu filho. “Eu fiz uma besteira muito grande, eu matei o seu filho“, teria dito Toninho ao ser confrontado pelo pai do artista. Na delegacia, o assassino do cantor disse que a motivação para o assassinato seria uma dívida que teria com o amigo e que estaria sendo pressionando. 

Publicidade

No entanto, de acordo com os pais de Kalil, o filho realmente fez um empréstimo no seu nome e que Toninho teria que pagar R$ 490 por mês. O jovem pagou a primeira parcela e a segunda ainda não teria vencido. Por isso, os pais não acreditam nessa versão dada pelo assassino. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.