in

Repórter da Band se cansa, desmascara Globo e exibe grande mentira do canal

IG Maicon Mendes / TV Globo / Fernando

O repórter da TV Bandeirantes, Maicon Mendes, está revoltado com a postura da Rede Globo de Televisão. Em publicações feitas na internet, ele diz que a emissora estaria colocando tarjas de Exclusivo em algumas matérias, mas que o conteúdo já havia sido realizado por outras emissoras. 

Publicidade

“Eu sempre defendi um jornalismo sério, ético, com credibilidade. @RedeGlobo ISSO QUE VOCÊS FIZERAM COM O MEU TRABALHO ESTÁ CERTO? EXCLUSIVO? VOCÊS CONSEGUIRAM ESSE MATERIAL COMO EXCLUSIVO? TEM CERTEZA? Triste, lamentável (SIC), disse o jornalismo em sua página oficial no Twitter. 

Em seguida, em outras publicações, o repórter cita que está trabalhando mais de dez horas por dia no caso do assassinato do ator Rafael Miguel. Ele diz que toda sua equipe está realizando um belo trabalho, mas que a Globo cisma em copiar os assuntos e usar “exclusivo” em sua tela. 

Publicidade

O apresentador do Jornal da Band, Fabio Pannunzio, também denunciou a prática. “Mais uma vez a Globo usa imagens obtidas e exibidas 24 horas antes pelo meu colega para anunciá-las como uma exclusividade”, escreveu ele revoltado com a situação. 

Publicidade

Veja abaixo a publicação do repórter, em que ele chama a atitude da Rede Globo de lamentável:

Publicidade

Não é a primeira vez que esse tipo de acusação acontece contra a Globo nesta semana. O Jornal Nacional, por exemplo, foi um dos últimos a mostrar uma entrevista com Isabela, namorada do ator Rafael Miguel, assassinado pelo sogro em São Paulo. Ainda assim, o telejornal comandado por William Bonner chamou o conteúdo de exclusivo. No geral, o termo “exclusividade” é usado no jornalismo quando se dá um assunto em primeira mão, ou só determinado canal tem um material importante. 

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.