in

Milton Gonçalves processa Paulo Betti, que se condenado pode até ser preso

Foto/Reprodução: Folha

O ator Paulo Betti é um dos nomes mais conhecidos da televisão. No entanto, ele está sendo processado por um colega de emissora. O veterano Milton Gonçalves, ao lado do ator Jorge Coutinho, estão processando Paulo Betti por racismo. A informação foi dada com destaque pela coluna F5, do site do jornal da Folha de São Paulo. 

Publicidade

Toda a polêmica começou quando Betti decidiu concorrer a um sindicato dos artistas do Rio de Janeiro. Milton Gonçalves é considerado o atual presidente do sindicato, enquanto seu vice, Jorge Coutinho, trabalha como diretor-geral da instituição. 

Paulo e os atores veteranos que concorrem contra ele estão em um grupo de WhatsApp. No entanto, uma das mensagens de Paulo irritou Milton e seu colega, que acharam o conteúdo racista. No texto, Beti diz que Milton e Jorge estão há muito tempo tomando conta do sindicato e que esse tempo aliado a “forte representação negra”, estariam atrapalhando o que ele chama de luta. 

Publicidade

Paulo diz ainda que não é possível continuar confundindo as coisas. A defesa dos atores negros alega que a fala de Betti separa atores negros e brancos e que seria maldosa. Vale lembrar que o crime de racismo no Brasil pode levar até à prisão, caso a pessoa seja condenada pela infração, como pode ser visto no texto da lei citado abaixo:

Publicidade

“Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:
[…]  § 3o Se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência:  Pena – reclusão de um a três anos e multa”

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.