in

Najila é alvo de mandado de busca e apreensão, mas não é encontrada pela polícia

Reprodução G1 / SBT

A Polícia Civil segue investigando as acusações que Najila Trindade fez contra o jogador Neymar. Ela o acusa de agressão e abuso, e o Boletim de Ocorrência do caso foi registrado em uma delegacia da zona sul da cidade de São Paulo.

Publicidade

De acordo com informações divulgadas pelo UOL, no dia 12 de junho foi aprovado um pedido de busca e apreensão ao aparelho celular de Najila. O objetivo é colher dados de conversas entre ela e Neymar.

O pedido de busca e apreensão foi feito pelas autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo à Justiça. O Ministério Público se manifestou a favor do pedido.

Publicidade

Até o momento, cinco dias depois da aprovação do pedido, a Polícia Civil ainda não conseguiu encontrar Najila e cumprir o mandado. A modelo não é vista em seu apartamento há alguns dias.

Publicidade

Foi no local que, segundo Najila, o tablet que continha um vídeo de sete minutos que mostraria o que aconteceu entre ela e Neymar no quarto de hotel de Paris, onde se encontraram.

Publicidade

Desse vídeo, Najila apresentou apenas um pequeno trecho, com um minuto, em que ela aparece agredindo Neymar. O jogador da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain apenas se defende.

Najila afirma que seu apartamento teria sido arrombado e o objeto teria sido levado. Pela falta de apresentação do vídeo, o advogado Danilo Garcia deixou o caso na última segunda-feira (10).

Sem novas provas, não seria nenhuma surpresa se o caso fosse arquivado pela Polícia Civil. Neymar está no Brasil, onde passa férias e se recupera de uma lesão no tornozelo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!