in

Laudo cadavérico de ator do SBT é divulgado e detalhe pode gerar reviravolta no caso

Foto/Reprodução: Catraca Livre

Neste sábado, 15 de junho, a TV Globo divulgou em primeira mão o laudo feito pelo Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo sobre o corpo do ator Rafael Miguel, de 22 anos. O artista foi morto no último domingo, 9, quando ia visitar a namorada, Isabela, de 18 anos. O pai dela, Paulo, é apontado como o assassino do ator, além de também ter matado o pai e a mãe de Rafael. 

Publicidade

Nas informações obtidas em primeira mão pelo repórter César Galvão, fica nítida a frieza de Paulo Cupertino Matias. Ele estaria com uma pistola completamente carregada, quando a família de Rafael chegou até a residência de Isabela. O ator do SBT, que fez o personagem Paçoca na novela Chiquititas, levou sete tiros. 

O objetivo claro de Paulo era assassinar Rafael. Boa parte dos tiros foram dados em regiões vitais do ator. Um na cabeça, um no peito, três nas costas e dois no braço esquerdo. O segundo membro da família do artista. João, a levar mais tiros foi o pai do profissional da dramaturgia, alvo de quatro disparos. 

Publicidade

João Alcisio,foi atingido quatro vezes com um tiro que acertou o peito, dois que acertaram o braço esquerdo e um tiro que eclodiu em seu braço direito. Já a mãe do ator foi alvo de dois tiros, um deles fatal, atingindo o peito dela. 

Publicidade

A revelação é importante, já que indica dois fatos relevantes.  Um é que a pistola estava carregada, o que pode indicar que Paulo já estaria esperando a presença de Rafael. A outra é que ele atirou para matar, especialmente quando se trata do namorado da filha, alvo da maioria dos tiros. O detalhe pode gerar uma reviravolta no caso, já que a premeditação de um crime aumenta a pena do acusado, segundo nossa legislação penal. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.