Primeiro cego a se tornar padre em Portugal será ordenado em breve

PUBLICIDADE

Tiago Varanda nasceu em 1984 com um glaucoma congênito na cidade de Lamego, Portugal. Aos poucos ele foi perdendo a sua visão, tanto que aos 16 anos de idade ele já necessitada do auxílio de uma cadela-guia o tempo todo. Hoje quem o acompanha é a labradora Ibiza.

PUBLICIDADE

Porém, a cegueira física não o prejudicou a ter uma vida de fé. Ele mesmo fala que não conseguir enxergar lhe deu a oportunidade de dar atenção a outras coisas, como saber ouvir. “Considero que a capacidade de escuta é dos melhores instrumentos que levo para a vida como sacerdote; é das coisas mais maravilhosas que levo daqui. Um sacerdote tem de ser um homem de escuta!”, disse ele.

Tiago diz ainda que as pessoas procuram a Deus diante de suas necessidades e de ter alguém que lhes escute. “As pessoas têm sede de Deus e, se não as escutarmos, vão procurá-lo em outros lugares”, completou o futuro sacerdote.

Obviamente ele não é o primeiro sacerdote cego de Portugal, porém ele é o primeiro cego a ser ordenado sacerdote em seu país. O jovem diz que ao longo da vida alguns religiosos perdem a visão na velhice ou por conta de uma doença, mas o caso dele foi ao contrário, será ordenado após perder a visão.

Mas no mundo ele não é o primeiro, já teve outros casos ao redor do mundo semelhante ao de Tiago.

PUBLICIDADE

O rapaz será ordenado no dia 14 de julho e a cerimônia que promete ser carregada de muita emoção será celebrada por dom José Orgita, que é arcebispo de Braga. Porém, não foram divulgados até o momento qual a cidade em que ele será ordenado e nem o horário da celebração.