in

Em carta, Bolsonaro pede perdão à Maria do Rosário, mas surpreende nas ‘entrelinhas’

Foto/Reprodução: RedeTV!

Nesta quinta-feira, 13 de junho, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, surpreendeu o seu público ao publicar uma carta solicitando o perdão da deputada-federal Maria do Rosário, do Partido dos Trabalhadores (PT). 

Publicidade

Na carta, já no começo, Bolsonaro deixa claro que só está pedindo desculpas devido à ordem judicial. Ele garante que a discussão com a parlamenta petista – que ocorreu no ano de 2013 – foi apenas uma questão de “calor do momento”. Na época, Bolsonaro disse a famosa expressão “você não merece ser estuprada”

Bolsonaro garante ainda que sempre respeitou as mulheres. O presidente lembra que a discussão aconteceu, justamente, em um dia em que tentava na Câmara convencer os colegas a aprovar uma lei mais rígida para abusadores. 

Publicidade

Já no final do texto, Jair lembra que seu governo tem compromisso também com o público feminino. “Já no dia de minha posse como Presidente da República, o protagonismo foi feminino, tendo a Primeira Dama discursado antes mesmo do Presidente, com a naturalidade que tratamos essas questões em nossas vidas”, disse ele na publicação que já tem mais de 50 mil curtidas na rede social. 

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Veja abaixo a publicação feita pelo presidente do Brasil em sua página, Jair Bolsonaro, em que ele pede desculpas à Maria do Rosário pela fala envolvendo a expressão “estupro”. 

Publicidade

Gepostet von Jair Messias Bolsonaro am Donnerstag, 13. Juni 2019

Alguns internautas fizeram questão de realizar brincadeiras em torno do assunto. “No fundo, bem no fundo . Quase encontrando petróleo…  Eu queria agradecer a Maria do hospíc.. ops… Rosário por ter apresentado o excelentíssimo Jair Messias Bolsonaro a todos nós”, disse uma das internautas ao comentar o assunto. 

Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.