in

Globo se revolta com ataque de jornalista que vazou mensagens de Moro e expõe a verdade

Reprodução / TV Globo / GloboNews

Glenn Greenwald é o nome do jornalista que publicou reportagens sob os supostos vazamentos de mensagens trocadas pelo então juiz federal Sergio Moro, hoje ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, com procuradores do Ministério Público Federal (MPF), entre eles Deltan Dallagnol.

Publicidade

Proprietário do The Intercept, Glenn Greenwald concedeu entrevista à Agência Pública e criticou a Rede Globo, a quem chamou de parceira da Operação Lava Jato. A emissora da família Marinho não deixou barato.

A Globo enviou nota para A Pública e para outros blogs onde Greenwald concedeu entrevista e expôs toda a verdade. A emissora contou detalhes do que aconteceu nos últimos dias. Segundo a emissora, o jornalista teria oferecido o material publicado pela Intercept à Globo.

Publicidade

De acordo com a emissora, Glenn Greenwald entrou em contato por e-mail no dia 29 de maio e realizou também alguns telefonemas. O encontro pessoal entre o jornalista e representantes da emissora aconteceram no dia 5 de junho, na redação do Fantástico.

Publicidade

“Na conversa, insistindo em não revelar o tema, ele disse que tinha uma grande ‘bomba a explodir’ e repetiu que queria voltar a dividir o trabalho com a Globo, pelo seu profissionalismo”, diz a nota, que explica que emissora e jornalista já haviam trabalhado juntos em 2013.

Publicidade

A emissora alega que informou o jornalista que só poderia divulgar o material se ele dissesse do que se tratava e qual teria sido sua origem. A Globo teria esperado até sexta-feira (7), dois dias antes de o material ser divulgado na internet.

“Como Greenwald, no e-mail, continuava a sonegar o teor e origem da ‘bomba’, não houve mais contatos. Não haveria como assumir qualquer compromisso de divulgação sem conhecimento do que se tratava”, prossegue a emissora.

Depois da divulgação, a emissora afirmou ainda que uma funcionária da Intercept sugeriu que o programa Conversa com Bial entrevistasse os editores do site. A nota termina com a emissora dizendo que ficou indignada com os ataques desferidos por Glenn Greenwald.

“O comportamento de Greenwald nos episódios aqui narrados permite ao público julgar o caráter dele”, finaliza a nota.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!