in

Cobiçado no Corinthians, Guilherme Arana deve deixar o Sevilla

Fernando Dantas/Gazeta Press

Formado nas categorias de base e um dos principais nomes do Corinthians em 2017, o lateral-esquerdo Guilherme Arana está próximo de deixar o Sevilla. Um dos principais motivos da saída do jogador é a falta de oportunidades para atuar no time, que agora será comandado pelo técnico Julen Lopetegui.

Publicidade

No começo da temporada, a diretoria do Corinthians fez uma alta proposta para repatriar o jovem atleta, porém sem sucesso. O clube paulista chegou a enviar representantes à Europa para abrir negociações, chegando a oferecer cerca de 8 milhões de euros.

Na ocasião, a diretoria do Sevilla preferiu continuar com o jogador, mas agora deve cedê-lo ao Granada, clube recém-promovido à elite do futebol espanhol. De acordo com as informações do jornal Marca, o acordo entre as equipes deve ser por empréstimo, sem o envolvimento de valor de transferência.

Publicidade

A proposta do Granada não envolverá valores milionários e o clube deve pagar somente seus salários. O Sevilla deve optar por esse tipo de negócio para deixar Guilherme Arana próximo do clube e se adaptar ainda mais ao país.

Publicidade

Hoje com 22 anos, Arana foi vendido pelo Corinthians por aproximadamente 11 milhões de euros. Essa transação aconteceu no final de 2017, mas até agora o lateral-esquerdo não conseguiu uma boa sequência na equipe espanhola, o que deve culminar em sua saída.

Publicidade

Guilherme Arana também teve seu nome ligado ao Milan, da Itália, que hoje conta com o meio-campista brasileiro Lucas Paquetá. No entanto, isso não passou apenas de interesse e propostas não foram feitas.

Pela equipe principal do Corinthians, Arana conquistou o Paulistão e o Campeonato Brasileiro, ambos em 2017. Naquela oportunidade, o jovem atleta chegou a ter seu nome ligado à Seleção Brasileira, quando foi elogiado pelo técnico Tite.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.