in

Vazam mensagens atribuídas a Sérgio Moro e ministro dá a melhor resposta aos ‘criminosos’

Veja / Telegram / Fernando

Neste domingo, 9 de junho, o site Intercept divulgou mensagens que seriam a troca de conteúdo entre juízes que formam a Lava-Jato. Parte do conteúdo já foi confirmado pelos retratados. Entre eles, está o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Ele, inclusive, manifestou-se sobre o vazamento. 

Publicidade

De acordo com Sérgio Moro, o vazamento das conversas dos procuradores da Lava Jato é um ato criminoso. O bate papo teria ocorrido através do aplicativo Telegram. Há alguns dias Moro disse que sua conta de telefone havia sido hackeada. O caso é investigado pela Polícia Federal. 

O novo vazamento ficou conhecido como o ‘Vaza Jato’ no Twitter. A hashtag ficou no topo da rede social, entre os assuntos mais comentados de todo o planeta.  Veja abaixo um trecho da nota divulgada pelo Ministro Sérgio Moro contra o vazamento, que ele intitula de criminoso. 

Publicidade

“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.

Publicidade

A nota continua e diz que as mensagens que citam seu nome não tem qualquer tipo de coisa anormal. Ele diz ainda que sua conduta, quando era juiz, não foi colocada à prova no conteúdo. Contudo, reclama do sensacionalismo do site que divulgou as mensagens e lembra que sequer foi chamado para comentar a divulgação do conteúdo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.