in

A falta de lesão em partes íntimas pode invalidar denúncia de estupro? Entenda

RD1

Desde o final do mês passado, o jogador brasileiro Neymar Júnior, atual atacante do clube francês Paris Saint-Germain, está sob acusações de estupro. A parte acusadora é a modelo, também brasileira, Najila Trinde Mendes, que afirmou em entrevista que o jogador teria forçado a relação íntima entre os dois em Paris.

Publicidade

Poucos dias após o suposto abuso, a modelo fez exame de corpo de delito para detectar possíveis lesões que mostrassem a violência sexual. O laudo divulgado recentemente afirma que Najila não tinha lesões em suas parte íntimas. Mas será que esse fato invalida a denúncia de estupro?

Um especialista na área, o perito brasileiro Luiz Carlos Prestes, funcionário do Ministério Público do Rio de Janeiro, explica que não é necessário haver violência para ocorrer estupro. De acordo com ele, a vítima pode ser coagida de maneira psicológica a ter intimidade com um indivíduo sem que ela fique machucada posteriormente.

Publicidade

De acordo com o código penal, o estupro se trata de constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal, a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso. O caso envolvendo o jogador Neymar continua sendo investigado.

Publicidade

De acordo com a advogada do jogador, ele irá depor nesta semana sobre a acusação de abuso sexual. Na semana passada, Neymar foi à delegacia para prestar esclarecimentos sobre o crime de internet cometido após ele expor fotos íntimas de Najila em um vídeo público no Instagram no último dia 1. Ele pode responder na justiça pelo ato se condenado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn