in

Saiba o que Najila disse no depoimento à polícia momentos antes de passar mal

Fotomontagem: UOL / VEJA / Fernando B.

Nesta sexta-feira, 7 de junho, Najila Mendes, de 26 anos, prestou depoimento à Polícia Civil de São Paulo. Ela, como vítima, pode se recusar a entregar o seu celular e foi o que fez. No Jornal Nacional,  detalhes do que a moça disse à polícia foram revelados. 

Publicidade

De acordo com a modelo, o abuso realmente aconteceu no dia 15 de maio, em Paris, França.  Najila contou que Neymar chegou ao seu quarto para os dois terem uma noite especial, mas que o jogador não estaria com preservativo. Nesse momento, a modelo se negou a ter relações. 

Foi então que, segundo Najila, o jogador teria a pego pelo quadril e forçado o ato. A modelo, inicialmente, contou que a parte em que gravava a briga teria sido feita, após ela atrair o jogador para o quarto. Depois, no entanto, Najila pediu que o escrivão alterasse esse trecho do depoimento, alegando que já estava gravando as imagens minutos antes do acontecimento. 

Publicidade

A modelo deixou o local passando mal e carregada por um dos seus advogados. Segundo o Jornal Nacional, em diversos momentos do seu depoimento, Najila chorou muito e precisou parar algumas vezes enquanto contava o que, supostamente, teria vivido com o jogador. 

Publicidade

Falsa repórter marca depoimento de Neymar

Uma falsa repórter também se colocou no meio dos jornalistas, que tentavam cobrir a chegada de Neymar na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro. 

Publicidade

O momento inusitado ocorreu nesta quinta-feira, 6 de junho, com direito à uma entrevista feita com Neymar através de um microfone de Karaokê. A mulher foi identificada como Edlaine Alcântara e divulgou parte dos seus vídeos na falsa cobertura em suas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.