in

Polícia vai atrás de Neymar na concentração da Seleção, e o que atleta faz surpreende

Polícia Civil Divulgação / Veja

Na manhã deste domingo, 2 de  junho, agentes da polícia civil foram de carro até a Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro. Eles teriam ido atrás de Neymar, principal atleta do time canarinho. O jogador está sendo acusado de abuso.

Publicidade

Na sexta-feira, 31 de maio, uma mulher abriu um Boletim de Ocorrência contra o astro do PSG. Ela diz que foi abusada, enquanto estava em um hotel com o atleta, em Paris, na França. Apesar do boletim ter sido aberto em São Paulo, o carro que foi atrás de Neymar era do Rio. 

Ainda não se sabe se os policiais que procuraram o jogador foram ao local para falar sobre a denúncia. O repórter da TV Globo, Erick Faria, disse ao vivo na emissora que tentou parar o veículo e que não foi possível ver se tinha alguém dentro do carro. Neymar seria o único jogador que ainda não teria se apresentado na volta da folga do final de semana, que foi dada pelo técnico Tite.

Publicidade

Nas redes sociais, a chegada da polícia na concentração da Seleção Brasileira, em Teresópolis, dividiu opiniões. Alguns acharam exagerada a rapidez dos agentes. Enquanto outros enfatizaram que eles estavam apenas fazendo o seu trabalho.

Publicidade

Veja abaixo a repercussão da chegada da polícia na sede da Granja Comary, onde a Seleção Brasileira se concentra:

Publicidade

Alguns internautas pareciam não acreditar na chegada dos agentes da lei, justamente, no local onde os atletas treinam

Vale lembrar que ontem o atleta divulgou prints de uma suposta conversa em que ele e a mulher que o acusa. Nas mensagens, a jovem envia imagens íntimas e fala do encontro com o atleta. Já ele diz que está meio bêbado, antes de anunciar que iria para o quarto da jovem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.