in

Crise na Venezuela chega ao limite e ONU anuncia intervenção histórica

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Organização das Nações Unidas (ONU) analisou que a crise na Venezuela chegou ao limite e agora a situação humanitária no país está totalmente deteriorada. Por conta disso, a ONU resolveu intervir.

Publicidade

O presidente venezuelano Nicolás Maduro autorizou que a ONU fizesse uma intervenção histórica no país para executar ações de ajuda humanitária, porém impôs algumas condições. A ação da ONU tem que ser feita ’em silêncio’, para não desmoralizar o governo.

A ONU desembarcou no país sul-americano e está lá com intuito de ajudar. Segundo a organização, a crise que deixou o país sem luz no mês de março complicou muito a situação dos locais.

Publicidade

Atualmente, a situação de fome e saúde é precária no país. Recentemente o auto-declarado presidente interino Juan Guaidó tentou tomar o poder em uma guerra civil, porém o sucesso não foi obtido e o exército de Maduro conteve os revoltados.

Publicidade

O pedido de Maduro para que a ação da ONU não seja divulgada é para que narrativas, como a do presidente norte-americano Donald Trump, não cresçam e difamem ainda mais o governo. Vale ressaltar que Trump é totalmente contrário ao governo venezuelano e defende que haja uma intervenção militar.

Publicidade

Em algumas entrevistas, Trump sinalizou positivamente para uma intervenção no país sul-americano. Na conversa com o presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, o assunto principal foi a crise na Venezuela, pois o presidente Donald Trump teria intenção de invadir a Venezuela pelo Brasil, porém, antes de uma atitude dessas, os governantes internacionais tentam derrubar o governo venezuelano com pressão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com