in

Jornalistas da Globo se dão mal e terminam expulsos de manifestação pró-Bolsonaro

Foto/Reprodução: RD1

Neste domingo, 26 de maio, as manifestações pró-Jair Bolsonaro foram realizadas em todos os estados brasileiros. No entanto, alguns profissionais da mídia se deram mal na tentativa de cobrir o evento. Os que mais tiveram dificuldade acabaram sendo os da Globo, que evitou matérias de dentro dos protestos. 

Publicidade

De acordo com informações do site RD1 audiência, uma das situações mais difíceis enfrentadas pela TV Globo aconteceu em Belo Horizonte (MG). No local, repórteres da emissora foram expulsos da Praça da Liberdade. O fato também ganhou destaque através do jornal Estadão. 

Segundo a publicação, um repórter e um cinegrafista da emissora faziam a cobertura da manifestação, quando acabaram sendo surpreendidos. Pessoas que estavam na manifestação decidiram protestar também contra a equipe que mostrava tais protestos. Nesse momento, os profissionais da mídia teriam sido perseguidos e hostilizados. 

Publicidade

A equipe da Globo em Minas Gerais, inclusive, teria sido hostilizada com palavrões. Um dos motivos é que parte dos manifestantes entende que a Globo faz a chamada ‘agenda negativa’, que é dá mais ênfase as notícias ruins do governo, do que as favoráveis ao mandato de Jair Bolsonaro. 

Publicidade

Após sofrer na mão dos manifestantes, o repórter e o cinegrafista da Globo precisaram fugir do local. Segundo consta, eles entraram até mesmo em um carro sem a identificação da marca Globo, para não sofrer mais represálias. 

Publicidade

Além de apoiarem Bolsonaro, os protestos pedem uma maior agilidade na aprovação da reforma da previdência. Em algumas regiões, houve críticas ao chamado Centrão e aos ministros do Supremo Tribunal Federal, STF. 

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.