in

Cristiano Ronaldo teria dois favoritos para treinar a Juventus

Globo

Massimiliano Allegri está de saída da Juventus. A temporada ainda não acabou para o time ‘bianconero’, mas a diretiva já revelou que Allegri não vai seguir na Juventus. Após cinco anos dirigindo o time, o italiano vai embora e a Juve busca agora por um novo treinador, que possa atingir os objetivos que a equipe pretende alcançar. 

Publicidade

António Conte não agrada 

Após a confirmação da saída de Allegri, começou a se falar mais no nome de Antonio Conte. O treinador italiano poderia retornar na Juve, uma equipe que ele conhece como ninguém. Também Maurizio Sarri está entre as possibilidades, ele que está de saída do Chelsea. O antigo treinador do Nápoles vai deixar o Chelsea, e estaria livre para regressar na Itália, agora para liderar a Juventus.  

Porém, nem um nem o outro estaria agradando muito. No caso de Conte, parece que ele estaria mesmo sendo reprovado por Cristiano Ronaldo. O astro português não pretende ser treinado por Antonio Conte, de acordo com o site Pásion Futbol. O português não seria fã do estilo do italiano, vetando sua chegada. 

Publicidade

Cristiano Ronaldo teria dois favoritos 

Em sentido contrário, Ronaldo teria alguns favoritos para ser seu treinador no ano que vem. O objetivo é simples para Cristiano. O craque quer ganhar a Champions e, com 34 anos de idade, ele sabe que precisa se apressar, porque está entrando na fase final da sua carreira.  

Publicidade

Portanto, ele deseja um treinador excelente e capaz de ganhar uma Champions, já no próximo ano. Então, sua ideia seria Carlo Ancelotti, que já dirigiu a Juventus entre 1999 e 2001. O italiano treinou Cristiano no Real Madrid e está atualmente no Nápoles, o que poderia dificultar a transferência. 

Publicidade

Outra opção que vem sendo muito falada, como sendo uma vontade de Cristiano é o também português José Mourinho, que também sabe bem como ganhar uma Champions e é um treinador vencedor. O problema é que Mourinho não teria deixado muitos amigos na Juventus, quando ele foi treinador da Inter de Milão, uns anos atrás.

Publicidade
Publicidade
Publicidade