No mesmo barco? Filho de Lula e Rodrigo Maia são citados na mesma delação

PUBLICIDADE

A delação premiada se tornou um grande instrumento das investigações sobre corrupção no Brasil. Com este artefato que a operação Lava-Jato conseguiu chegar no ex-presidente Lula e outros demais suspeitos de corrupção.

PUBLICIDADE

O dono da Gol, Henrique Constantino, delatou diversos suspeitos, envolvendo conhecidos da população brasileira. Dentre os delatados estão o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o ex-governador de Minas Gerais, Fenando Pimentel, o ex-presidente da República, Michel Temer, e também um dos filhos do ex-presidente Lula, Luís Cláudio da Silva.

Uma vez  que delatado, Luís Cláudio será investigado e pode se tornar réu. A acusação diz que o filho de Lula recebeu propina por meio de um patrocínio a uma liga de futebol americano. A transação teria sido intermediada por Vicente Cândido.

O Dono da Gol também acusa o partido MDB, antigo PMDB, de ter repassado uma quantia de R$ 7,07 milhões, primeiramente passada ao operador Lúcio Funaro, e posteriormente distribuída para Michel Temer, Eduardo Cunha e Geddel Vieira Lima. 

Michel Temer está preso pela segunda vez. O ex-presidente é réu em diversos casos de corrupção. O site o Tempo publicou que sua defesa foi procurada mas decidiu não comentar sobre o assunto. A defesa de Cunha afirmou que o próprio nega todas acusações. Os defensores de Geddel não responderam e advogados de Fernando Pimentel não se manifestaram. 

PUBLICIDADE

Rodrigo Maia é um dos mais citados em toda a delação e atualmente o presidente da Câmara dos Deputados é grande expoente na aprovação da Reforma da Previdência. Sua defesa não foi localizada para ter direito de resposta.