in

Pai mata filha queimada viva após brigar por guarda: ‘Nunca mais verá ela’

Foto/Reprodução: Extra

Brigas entre mães e pais pelas guardas dos filhos após a separação é algo comum. No entanto, uma dessas brigas acabou de forma macabra. Isso porque, após brigar pela guarda da filha de três anos, um pai a teria queimado viva dentro de um carro. O caso aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos, tendo repercussão mundial. 

Publicidade

A criança, identificada como Zoey Pereira, foi morta nesta segunda-feira, 7 de maio, pouco depois do pai dela, Martin Pereira, a deixar dentro do veículo. A polícia americana confirma que o pai é o único suspeito e ele foi preso acusado de homicídio. 

Criança não resiste

A menina foi encontrada queimando dentro de um Audi Sedan a poucas quadras do local onde morava com a mãe, Cherone Coleman. O pai não aceitaria o fato de ficar longe da criança. O veículo estava trancado, o que dificultou a tentativa de salvar a criança. 

Publicidade

Duas latas de gasolina estavam dentro do veículo, além de um tanque com um gás inflamável. O pai da criança ainda teria mandando uma mensagem para a mãe avisando que ela nunca mais veria a menor. Os avós de Zoei deram entrevistas e lamentaram a perda da criança, que, para eles, era só um bebê.

Publicidade

Os bombeiros conseguiram arrombar uma porta do carro pois as alças acorrentadas tinham derretido devido à alta temperatura, disseram fontes ao jornal americano. Zoey foi levada a um hospital próximo, mas não sobreviveu. 

Publicidade

Antes do incêndio ser descoberto, a mãe de Zoey, Cherone Coleman, ligou para as autoridades informando que tinha discutido com o ex-marido e temia que ele ferisse a si mesmo e à filha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.