in

Burger King ataca Bolsonaro em comercial, mas sofre reviravolta

BK Divulgação / Veja / Fernando

Nessa sexta-feira, 3 de maio, a rede fast food Burger King começou a divulgar em suas redes sociais uma peça publicitária que é uma crítica ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. No texto, há citações ao comercial do Banco do Brasil, que foi recentemente censurado. 

Publicidade

O texto da peça diz que qualquer pessoa pode participar, mas especialmente as que tenham participado de um comercial de banco vetado.  De acordo com o presidente, o comercial do Banco do Brasil não tinha outros jovens que seriam o perfil dos brasileiros. O polêmico comercial mostrava trans, gays, homens, mulheres e negros.

Rede de lanchonete sofre boicote online

Em resposta à indireta ao chefe do Executivo, as redes sociais decidiram promover uma campanha de boicote à lanchonete.
No momento da publicação desta matéria, a tag #BoicoteBurgerKing é o assunto mais comentado do Twitter brasileiro.

Publicidade

Veja abaixo o comercial do Burger King, que manda indiretas a Bolsonaro em virtude da retirada da propaganda do Banco do Brasil do ar:

Publicidade

O comercial dividiu opiniões. Alguns até elogiaram a publicação, enquanto outras pessoas foram bastante críticas com a peça publicitária, argumentando que a rede de fast food poderia fechar as portas. 

Publicidade

“Gostava do Burger King , mas agora vou no Mec mesmo !!! Vai perder muitos clientes”, disse um dos internautas ao comentar a situação.  “No Burguer King todo mundo é bem vindo) toda vez que eu vou no Burguer King tem alguém estressado na fila por causa do péssimo atendimento”, argumentou outro ironizando a empresa. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.