in

Valdiram, ex-Vasco, foi espancado e morto por ter abusado de menina de 3 anos, diz polícia

Divulgação: Vasco

A morte do ex-jogador Valdiram, artilheiro da Copa do Brasil de 2006 pelo Vasco da Gama, repercutiu bastante em abril. O corpo do jogador foi encontrado em uma rua da cidade de São Paulo. Nesta quinta-feira (2), a polícia divulgou o provável motivo de ele ter sido espancado.

Publicidade

O delegado Vander Cristian Rodrigues, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pelas investigações do caso, afirmou que o Valdiram teria abusado de uma criança de três anos. O delegado explicou o caso em entrevista ao UOL Esporte.

Segundo ele, há evidências robustas de que o ex-jogador praticou “ato libidinoso contra a criança”. O delegado afirma que duas testemunhas confirmaram essa versão e o corpo de Valdiram foi encontrado sem roupa.

Publicidade

Baseado nas imagens de câmera de segurança e no depoimento de moradores de rua que foram presos, a polícia crê que o ex-jogador teria sido espancado por cerca de três horas até morrer. O abuso contra a menina teria ocorrido dentro de uma barraca.

Publicidade

Valdiram é chamado de “Jack” por moradores de rua. Este é um apelido direcionado a quem pratica estupros. O delegado explicou que testemunhas viram Valdiram correndo pela rua tentando cobrir as partes íntimas.

Publicidade

De acordo com Rodrigues, as testemunhas ouvidas até o momento confirmaram a versão de que ele teria abusado da criança dentro de uma barraca. A avó da menina teria visto a cena.

Valdiram brilhou no Vasco, mas foi vencido pelas drogas e passou a morar nas ruas de São Paulo. A família é de Pernambuco. Em 2001, ele foi acusado pela ex-namorada e por uma garota de 14 anos de tentativa de abuso no interior de São Paulo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!