in

Ídolo do Flamengo, ex- Seleção Brasileira, morre aos 69 anos e recebe homenagens

Lance

O futebol brasileiro amanheceu triste e de luto nesta segunda-feira (29). Um dos jogadores que mais vestiu a camisa do Flamengo, com um total de 439 jogos oficiais, o ex-lateral-esquerdo Rodrigues Neto morreu aos 69 aos de idade em um hospital da cidade do Rio de Janeiro. 

Publicidade

O ex-atleta do Flamengo, da Seleção Brasileira e do Fluminense sofria de diabetes e teve a morte relacionada com uma trombose. Apesar de funcionários do clube anunciarem buscas de ajuda para arrecadar dinheiro e fazer o sepultamento do ex-lateral-esquerdo, o Flamengo anunciou que irá bancar todo o custo. 

Inclusive, o Mengão não se poupou de fazer uma homenagem ao jogador que fez parte da história do clube. No Twitter, uma grande lamentação foi publicada:

Publicidade

https://twitter.com/Flamengo/status/1122949892371046400/

Publicidade

Rodrigues Neto fez parte do grupo que disputou a Copa do Mundo de 1978, na Argentina, com a Seleção Brasileira. Além disso, o lateral-esquerdo é considerado o 13º atleta no ranking dos jogadores com mais partidas pelo Flamengo, tendo marcado 29 gols pelo clube rubro-negro. 

Publicidade

Além do Flamengo e da Seleção Brasileira, Rodrigues também foi ídolo no rival carioca Fluminense, que também postou sua homenagem ao atleta no Twitter oficial:

https://twitter.com/FluminenseFC/status/1122941686894800899/

Rodrigues Neto defendeu a camisa do Flamengo durante oito anos, entre 1967 e 1975, conquistando os títulos estaduais de 1972 e 1974. Após 439 partidas disputadas pelo rubro-negro, o lateral-esquerdo foi envolvido na histórica negociação com o Fluminense, em 1976.

Já presente no elenco do Fluminense, no final da década de 1970, o defensor fez parte da Máquina Tricolor, time que fez sucesso, comandado por diversos craques como Rivelino, Carlos Aberto Torres, Félix e Paulo Cézar Caju.

Em 1977, Rodrigues Neto acertou sua transferência do Fluminense para o Botafogo. Suas boas atuações no Fogão lhe renderam uma convocação para defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1978, na Argentina.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com