in

Caso Sodder: a história real que não vai te deixar dormir hoje

Paralelo Metafórico

Desaparecimentos são sempre intrigantes, quando envolvem crianças são ainda mais terríveis. Em todo o mundo existem vários casos de desaparecimento que ficaram conhecidos, a maioria desses casos ainda não teve solução. O desaparecimento de cinco crianças da família Sodder foi um desses exemplos.

Publicidade

Um incêndio que mudou para sempre a história da família Sodder

A família Sodder era de origem italiana, eles viviam em Fayetteville, West Virgínia. No ano de 1945, mais precisamente na véspera de natal, um grande incêndio atingiu a residência enquanto a família estava dormindo. O casal Sodder era pai de 10 filhos. Cinco das dez crianças ficaram presas no andar de cima da casa.

Mas, algo muito estranho aconteceu quando os bombeiros apagaram o fogo. Não foi encontrado nenhum vestígio de vida no andar de cima da casa. 

Publicidade

Depois desse fatídico dia, alguns detalhes importantes foram sendo descobertos durante as investigações. O primeiro detalhe é que a família não conseguiu falar com os bombeiros, pois todos os telefones estavam com defeito. O pai das crianças tentou ligar seu caminhão para ter acesso ao andar de cima da casa, mas o caminhão não dava partida.

Publicidade

Testemunhas contaram à polícia que haviam homens estranhos rondando a residência antes do incêndio e algo que parecido com uma bomba foi descoberto no jardim. 

Publicidade

Muito mistério ronda esse desaparecimento

Outra coincidência foi que a família recebeu a visita de dois homens estranhos, um dos homens disse que era corretor de seguros. Os dois fizeram ameaças à família devido a alguns comentários antifascistas que o pai da família teria feito. O mais curioso foi que o mesmo corretor participou do processo em que a causa do incêndio foi dada como acidental.

Algum tempo depois, uma garçonete e uma hóspede de hotel contaram às autoridades que haviam visto algumas crianças acompanhadas por um grupo de homens que pareciam ser italianos e que não deixaram ninguém se aproximar das crianças. Depois de 20 anos, a mãe das crianças recebeu uma foto em que supostamente aparecia um de seus filhos já adulto. Mas até hoje nenhumas das crianças, nem seus corpos foram encontrados. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.