in

Caso Eduarda: mãe da jovem achada morta em Rolândia revela detalhes e choca com declaração

Divulgação/G1

A jovem Eduarda Shigematsu, de apenas 11 anos, foi encontrada sem vida em Rolândia, cidade que fica localizada na região norte do Paraná.

Publicidade

O corpo foi achado no último domingo (28) e estava nos fundos de uma casa de aluguel da família. Através de uma denúncia anônima, os investigadores conseguiram localizar a menina que estava desaparecida desde a última quarta-feira (24).

A mãe da vítima, Jéssica Pires, resolveu quebrar o silêncio e falou pela primeira vez após o crime. O pai da menina, Ricardo Seidi, foi preso acusado de ter ocultado o cadáver da própria filha. Dilacerada com a dor da perda, a mãe revelou detalhes sobre o drama que viveu. 

Publicidade

Jéssica contou que ficou sabendo sobre o sumiço da menina depois que recebeu uma mensagem enviada pela mãe de Seidi. Ela afirmou ainda que nunca imaginou que o ex-marido pudesse fazer algum mal a menina.

Publicidade

“Ela [Eduarda] falava que ele era bravo, que ele esperava ela chegar da escola no portão de casa, mas eu achava que era preocupação de pai. Eduarda dizia que ele era frio com ela, não dava carinho, mas eu não achava isso estranho, porque ele era frio no casamento também”, disse a mãe da vítima. 

Publicidade

Ainda de acordo com Jéssica, quando tudo começou a apontar que Seidi era o principal suspeito do crime, ela decidiu conversar com o ele. Ela contou que o ex falou que se sentia culpado por não ter dado atenção que a filha necessitava. 

Além de ouvir a mãe da vítima, o delegado responsável pelo caso, Bruno Rocha, também colheu depoimento de familiares e vizinhos. O pai, o principal suspeito de ter cometido o crime, vai ser ouvido novamente pelos investigadores, porém agora como suspeito de ter praticado o homicídio. 

De acordo com o delegado, a materialidade e a suspeição já tem. O laudo do IML – Instituto Médico Legal apontou que foi o executor do crime. A polícia agora trabalha para descobrir qual teria sido a motivação do crime. 

O pai confessou ter ocultado o cadáver da menina. Segundo o suspeito, ele teria ficado desesperado ao achar a filha enforcada em seu quarto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.