in

Alerta! Clientes contraem HIV em tratamento facial inovador feito até por Luciana Gimenez

Foto: Reprodução/Twitter

Muitos tratamentos estéticos são feitos com agulhas. No entanto, algumas vezes, as pessoas não se atentam aos cuidados básicos para utilizar esses artigos. Itens que são reutilizados, como os alicates de unha, devem ser fervidos. Já agulhas, no geral, são descartadas na maior parte dos tratamentos. 

Publicidade

No entanto, o SPA VIP, nos Estados Unidos, acabou não seguindo à risca esses cuidados. Localizado na Cidade do Novo México, o spa estava utilizando seringas e agulhas em vários pacientes, sem passar pelo cuidado de esterilização. Com isso, pelo menos dois pacientes teriam se infectado com o vírus do HIV. 

O vírus teria sido contraído durante um tratamento facial feito com agulhas. São feitos micro-furos no rosto do paciente, e esses furos são suficientemente grandes para sair uma pequena quantidade de sangue, que fica nessas agulhas. Como o material era reutilizado, o sangue “in-natura” acabava entrando em contato com o corpo de pessoas que, até então, não tinham o vírus. 

Publicidade

De acordo com o jornal Metro, cerca de 100 ex-clientes do VIP Spa passaram por testes de HIV e de outras doenças transmitidas por meio do contato com o sangue. 

Publicidade

O tratamento que gerou o aparecimento do HIV é conhecido por ser inovador. Chamado de  Facelift do Vampiro, tornou-se conhecido após a socialite Kim Kardashian compartilhar uma foto dela passando pelo procedimento.

Publicidade

No Brasil, a apresentadora Luciana Gimenez também é adepta ao tratamento. O nome se dá devido ao fato de o procedimento estético utilizar o próprio sangue da paciente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.