in

Cabrini ataca esquerda sobre direitos humanos e ‘arregaça’ geral

Veja / Montagem / Jovem Pan

A deputada federal Maria do Rosário, do Partido dos Trabalhadores (PT), ficou famosa pelos discursos envolvendo direitos humanos. Isso, ao longo dos anos, criou muitos embates e discussões. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, o jornalista Roberto Cabrini elucidou que acredita que a esquerda tem errado sobre essa questão.

Publicidade

Nesta quinta-feira, 25 de abril, Cabrini esteve no Morning Show e fez questão de dizer que o tema Direitos Humanos não é uma coisa da direita ou da esquerda, mas sim de todos. De acordo com o jornalista, a esquerda se “apossou” dessa discussão e acabou criando uma grande confusão no país. Basta saber o que Maria do Rosário tem a dizer sobre a opinião do profissional.

Ainda para o repórter do SBT, dá sim para ser da direita e prezar pela questão.  “É possível ser conservador e defender os direitos humanos”, sentenciou o comunicador da empresa televisiva de Silvio Santos.

Publicidade

Veja abaixo a entrevista de Cabrini, em que ele critica a esquerda:

O jornalista é um dos repórteres com mais credibilidade do país e decidiu debater o tema por fazer uma série sobre os direitos humanos no SBT. Uma das principais críticas da direita é que esse tipo de “direito” acaba beneficiando mais o criminoso do que a vítima.

Publicidade

Cabrini também falou sobre corrupção e salientou que o problema se tornou crônico no Brasil, mas também acabou por criar uma discussão maniqueísta de direita ou esquerda: “Corrupção não é privilégio da esquerda ou direita. É um desvio de conduta”, garantiu o profissional da mídia.

Publicidade

Na entrevista, ele lembrou ainda que não gostaria de ter dado a notícia da morte de Ayrton Senna, ocorrida em primeiro de maio de 1994.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.