in

Prato de comida e abuso: tudo o que se sabe sobre a cruel morte da pequena Kauane

A morte da menina Kauane, de 6 anos de idade, está repercutindo em toda a mídia, mas o que se sabe até agora sobre esse crime cruel. A Record TV fez uma reportagem com dados atualizados sobre o caso. Vamos, a seguir, acompanhar um pouco do passo a passo desse terrível crime.

Publicidade

Dia 17 – Kauane sumiu de casa. Um morador de rua da região teria carregado a menina, enquanto ela dormir. Ele confessou  o sequestro da criança.

A partir do dia 17 – A família desesperada fez buscas da criança. A polícia também ajudou,  até encontrar o corpo de Kauane em uma vala, dez quadras do local onde a criança morava com a família.

Publicidade

Dia 22 – O morador de rua foi preso após confessar o crime. Ele conta que houve uma briga com a família da menina e que levou  a criança por vingança. Ele disse que o principal motivo foi o fato da família negar a ele um prato de comida.

Publicidade

Dia 23 – Imagens de câmeras de segurança mostrando o homem carregando a criança pelas ruas do litoral de São Paulo foram divulgadas pela polícia civil.

Publicidade

Dia 24 – O IML confirmou que a criança foi abusada, divergindo da versão do morador de rua. Ele negou o abuso.

A a menina foi sepultada em um cemitério do Morumbi, na zona oeste de São Paulo. Familiares de Kauane vieram para a capital paulista e, informou a repórter, não devem retornar à Mongaguá.

Dia 25 – Delgado confirma que investigações da morte de Kauane continuam, mesmo após a prisão do morador de rua.

“Vamos, agora, confrontar com provas tudo o que ele tem tido, mas até agora fez sentido. Ele disse o trajeto que fez com a criança‘, explicou ele.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.