in

IML diz como Kauane foi assassinada, confirma abuso e detalhes chocam

Record TV

A morte da menina Kauane Cristhiny Soares Rodrigues está chocando São Paulo. Ela foi assassinada por um vizinho, amigo da família, identificado como Rodrigo de Paula. O homem confessou o crime, porém, chegou a negar que tenha abusado sexualmente da menor. Kauane tinha apenas seis anos de idade. 

Publicidade

De acordo com uma reportagem da Record TV, exames preliminares do Instituto Médico Legal (IML) dizem como a criança foi morta. Os detalhes apresentados são assustadores e confirma, por exemplo, o abuso à criança. O corpo dela, inclusive, foi encontrado parcialmente despido. 

A polícia encontrou a menina já morta em uma vala, próxima da residência onde Kauane morava. Ela foi sequestrada durante a madrugada. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que o sequestrador carrega a criança nos braços até a vala. Após chegar ao local, ele a teria abusado e, na sequência, assassinado a criança por enforcamento. 

Publicidade

O motivo do assassinato seria uma vingança. Isso porque horas antes do crime, o assassino esteve em uma festa na casa da família e se envolveu em uma briga. 

Publicidade

Ainda na segunda, a Polícia Civil prendeu o morador de rua Rodrigo de Paula, que confessou ser o autor da morte da menina. Ainda não foram divulgados detalhes sobre as circunstâncias e a motivação do assassinato.

Publicidade

Nesta quarta, 24 de abril, a menina foi sepultada em um cemitério do Morumbi, na zona oeste de São Paulo. Familiares de Kauane vieram para a capital paulista e, informaram à repórter da Record que não devem retornar à Mongaguá, onde o crime ocorreu.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.