in

Prostituição, drogas e violência: a verdade sobre a morte de Valdiram

Divulgação: Vasco

A morte do ex-jogador Valdiram, que foi atacante do Vasco, gerou muita comoção entre torcedores não só apenas do clube carioca. No entanto, como era a vida desse ex-atleta? A verdade sobre a vida, os últimos momentos e a morte de Valdiram, aos poucos, vai sendo mostrado. 

Publicidade

Valdiram, apesar de todo o sucesso, era morador de rua em São Paulo. Ele foi espancado até à morte. Na calçada onde ocorreu o crime, outros moradores de rua vivem em meio ao lixo. Muitos são viciados em álcool. A droga impede que essas pessoas encontrem um caminho melhor na vida. 

A bebida, inclusive, conforme uma reportagem do UOL, era um dos vícios do atacante que atuou ao lado de Romário no Vasco. Além o álcool, o ex-atleta era viciado em sexo e a falta de dinheiro foi culminando em dívidas. 

Publicidade

O ex-Vasco ainda tinha um terceiro vício, o crack. Há um posto de saúde próximo ao local onde Valdiram morreu. Em entrevista ao UOL, um vigilante do local lembrou que a situação física de Valdiram só piorava. Ele é definido como alguém esquelético, muito debilitado. 

Publicidade

Em matéria do Lance de 2015, Valdiram afirmou que conheceu na rua a face da morte. Não precisava ser astuto nem estar sóbrio para perceber a ameaça. O ex-atacante não negou seus erros em seu último momento de lucidez, quando recebeu ajuda do Vasco. A família também não nega a realidade..

Publicidade

“Ele caiu no mundo da prostituição, drogas e acabou perdendo tudo”, contou o irmão Wagner Melo à TV Asa Branca, afiliada da Globo, no velório do ex-jogador na cidade natal, no estado de Pernambuco. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.