in

Kylian Mbappé pressiona e deixa Messi nervoso

RFI

Kylian Mbappé está se tornando uma preocupação para Leo Messi. Apesar de não estarem competindo juntos nos títulos coletivos, a verdade é que o francês está se tornando uma ameaça para o argentino na busca pelos prêmios individuais.

Publicidade

Para começar, o atacante do Paris Saint-Germain parece ser o único entrave para Messi ganhar mais uma chuteira de ouro. Desde o início da temporada que o argentino vem liderando a lista dos artilheiros na Europa, mas com o final dos campeonatos de aproximando, Mbappé aparece cada vez mais perto de Messi. 

Messi vai liderando artilharia

A lista dos jogadores com mais gols entre as principais ligas europeias vai sendo liderada por Leo Messi. O capitão do Barça tem 33 gols na liga espanhola nessa temporada. No entanto, muito perto, aparece a estrela do Paris Saint-Germain, que é o único jogador além do Messi que já fez 30 gols no campeonato essa temporada.

Publicidade

O jogador francês, de apenas 20 anos de idade, tem menos três gols que Messi, ou seja, 30, e é um sério candidato para ganhar a chuteira de ouro, quando ainda faltam cinco rodadas da liga francesa. Já muito atrás dos dois artilheiros aparece, no terceiro lugar, Quagliarella, que é o melhor goleador na Itália com 22 gols. Na Espanha, Suárez e Benzema perseguem Messi de longe, com 21 gols cada.

Publicidade

Luta entre Leo e Mbappé até o final

Por isso, a luta será entre Mbappé e Messi, mas o francês tem mesmo boas chances para ganhar esse prêmio por duas razões. A primeira é que a liga francesa é menos forte que a espanhola, sendo mais fácil para Mbappé chegar ao gol. E, em segundo lugar, porque o Paris Saint-Germain não está lutando por mais nada.

Publicidade

Enquanto que o Barcelona vai lutando pela Champions e Messi pode ser poupado na liga, para se concentrar mais na Champions, isso não vai acontecer com Mbappé e o PSG. Ainda para mais, Messi já ganhou a chuteira de ouro por cinco vezes e, esse ano, sua maior preocupação seria mesmo a de ganhar a Champions e, mais tarde, sua sexta Bola de Ouro. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade