in

Com Bolsonaro e Moro, Brasil registra queda de 25% nos assassinatos

PSL / TV Globo

De acordo com dados divulgados pelo portal G1, houve queda de 25% no número de mortes violentas em todo o Brasil. Foram registradas 6.856 mortes violentas, sem contabilizar o estado do Paraná, que ainda não fez a tabulação dos dados.

Publicidade

A queda principal aconteceu nos estados da região Nordeste, onde houve diminuição de 34% do número de mortes violentas. O levantamento faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Efeito Bolsonaro-Moro

Especialistas ouvidos pelo G1 classificam a diminuição como enigma. Já para o site O Antagonista, a diminuição é ‘efeito Bolsonaro-Moro’. O presidente Jair Bolsonaro assumiu o cargo dia 1º de janeiro, quando Sergio Moro foi escolhido para ser ministro da Justiça.

Publicidade

Ex-juiz da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, onde julgava casos da Operação Lava Jato em primeira instância, Moro foi responsável pela condenação de diversos nomes importantes da política nacional; entre eles, o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Publicidade

Moro está empenhando em aprovar o pacote anticrime. De acordo com o perfil oficial do Senado Federal, a maioria dos brasileiros aprova o pacote do ministro. O projeto foi apresentado ao Congresso e aguarda momento para ser votado na casa.

Publicidade

Nas redes sociais, muitos internautas comemoram a diminuição dos números de assassinatos no primeiro bimestre de 2019. “Efeito Bolsonaro”, comentou um internauta. “Essa ‘ditadura’ está errada”, ironizou mais um, fazendo referência ao fato de que opositores de Bolsonaro diziam, antes da eleição, que ele poderia implantar uma ditadura no Brasil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!