in

Mergulhador que salvou meninos de caverna na Tailândia sofre com terrível destino

Fotomontagem: Terra/G1/Rômulo Nogueira

Um dos mergulhadores britânicos que participou do resgate aos 12 meninos presos, em uma caverna da Tailândia no ano passado, viveu um novo trauma parecido.

Publicidade

Josh Bratchley ficou preso em uma caverna no Tennessee (EUA). O mergulhador estava explorando a caverna inundada de Jackson, mas não conseguiu voltar ao local por onde entrou.

Breatchley ficou mais de 28 horas preso no local até conseguir ser resgatado por alguém. Ele foi encontrado esperando calmamente perto de um bolsão de ar. O britânico deveria ter retornado a superfície por volta das 15h, no horário do Tenesse, mas como não aparecia o alarme precisou ser acionado.

Publicidade

Ainda na madrugada de quarta-feira (17), as autoridades e mergulhadores de diferentes lugares do EUA, que foram ajudar nas buscas, foram informados do sumiço de Bratchley. As equipes de resgate entraram no sistema da caverna de 120 metros de profundidade por volta das 18 horas. O mergulhador foi resgatado com vida uma hora depois.

Publicidade

Derek Woolbright, um dos responsáveis pelas buscas falou sobre o resgate: “Ele estava acordado, alerta e orientado. Seu único pedido quando retornou foi que ele queria comer pizza”. Edson Sorenson, outro que ajudou a encontrar Josh, disse que o lugar onde ele foi encontrado é cercado de paredes baixas e arenosas, o que torna ainda mais perigoso para quem tenta se aproximar de lá.

Publicidade

Ao chegarem no local onde Josh estava, eles disseram que ele se encontrava calmo. No ano em que participou do resgate dos meninos da Tailândia, Josh ganhou uma medalha de honra ao mérito. 

Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.