in

Walking Dead? Cientistas restauram circulação de sangue em cérebro de porcos mortos

Agriculturaemar/Montagem-Russel

Nesta quarta-feira, dia 17, foi publicado na revista Nature, um estudo mostrando que cientistas conseguiram restaurar algumas atividades celulares no cérebro de porcos que estavam mortos há pelo menos quatro horas. Importante ressaltar que estes pesquisadores não conseguiram detectar nenhum tipo de ‘atividade elétrica’ no cérebro destes animais, pois isto seria um feito ainda mais grandioso.

Publicidade

Nenad Sestan, um dos pesquisadores envolvidos no projeto, explicou que este não é o caso de um cérebro que voltou à vida, os porcos continuaram mortos, porém, foi uma grande surpresa para todos os envolvidos ver algumas células do cérebro reagir à volta do fornecimento de sangue e também oxigênio e isto abre campo para novas pesquisas.

Sexta contou ainda que esta pesquisa mostra ao mundo que a capacidade de restauração celular do cérebro vinha sendo subestimada e que é preciso investigar melhor sobre o assunto.

Publicidade

Foram usados nesta pesquisa, 32 cérebros de porcos que foram abatidos em um matadouro. Os cérebros destes animais foram levados até o laboratório e acomodados em um aparelho especial, então começaram a ser irrigados com um produto substituindo o sangue, com a função de oxigenar os tecidos e evitar a degradação por falta do fluxo sanguíneo.

Publicidade

Se os cérebros mostrassem alguma atividade elétrica, isto significaria que estavam conscientes, o que não aconteceu. Os pesquisadores alegaram que não tinham nenhuma intenção de restaurar a consciência, apenas analisar se algumas funções poderiam ser restauradas depois da morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br